Create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!

domingo, 11 de julho de 2010

O quadro ás cores


 
  Era uma vez um inventor que inventava cartazes desenhos e quadros.
  Quando inventava cartazes saiam-lhe sempre mal.
  Quando inventava desenhos apagava tanto que acabava por rasgar a folha.
  Quando inventava quadros ele fazia sempre a mesma coisa.
  Até que um dia ele pensou assim:´
  - Se eu estiver sempre a fazer os mesmos quadros ninguém vai querer vir à minha exposição de quadros.
  Então o inventor continuou a pensar como ia resolver a situação.
  Até que ouviu alguém a bater à porta de sua casa.
  E não é que era o dono da galeria que ia lá dizer-lhe que a exposição ia decorrer dentro de meia hora.
  O inventor já desesperado porque já tinha pouco tempo lembrou-se de fazer um quadro ás cores fazia uma fila laranja outra verde outra azul outra amarele outra vermelha outra cor-de-rosa outra rocha outra violeta e por aí fora até que o quadro estava pronto.
  O inventor levou o quadro para a galeria onde ia decorrer a exposição.
  O dono da galeria assistiu  à exposição.
  E no fim o dono da galeria deu-lhe uma medalha por ter feito um quadro fora do normal.         

quinta-feira, 1 de julho de 2010

100 soldados


    Era uma vez um grupo de soldados que marchavam em grupos de três e iam para a guerra.
    Naqueles tempos Angola estava em guerra vieram para lá soldados tanques e canhões.
    Os soldados disparavam disparavam mas quanto mais disparavam mais feridos havia.
    Até que um dia um canhão disparou uma bala só de uma vez e começou tudo a arder. 
    Quando os soldados pensavam que já tinha acabado tudo vieram mais e mais então continuaram aos tiros uns aos outros.
     Os soldados tiveram muita sorte porque lhes acertaram muitas vezes mas eles estavam bem protegidos com coletes anti balas e também com capacetes anti balas.
     A guerra em Angola demorou mais de trinta anos.                                                                           

quarta-feira, 30 de junho de 2010

A noite de fantasia




       Era uma vez um menino que se deitava as 22h30m. Quando a mãe dele dizia que já estava na hora de ir para a cama ele ía.
         Numa noite a mãe disse para ele se ir deitar e ele foi.
         A mãe ia sempre depois ir lá dar um beijinho a esse menino.    
         O menino quando se deitou adormeceu logo.
       O menino imaginou que era um agente secreto e a missão dele era tentar tirar aos ladrões o dinheiro do banco que eles tinham roubado.
     O menino tinha engenhocas secretas como um sapato telefone,um relogio laser uma pistola ancora e muitas outras engenhocas.
         O menino sabia onde era o esconderijo secreto dos ladrões, o menino entrou no esconderijo e os ladrões também estávam bem preparados com armas de fogo. Os ladrões dispararam contra o agente secreto mas o agente secreto tirou a sua pistola ancora e lançou-a contra um gancho e a ancora ficou lá presa; o agente secreto passou para trás dos ladrões e disparou o seu relogio laser contra os ladrões mas os landrões fugiram antes de ele ter disparado e, na fuga, esqueceram-se lá do dinheiro que eles tinham roubado. O agente secreto entregou o dinheiro ao banco e ganhou uma medalha de melhor agente secreto do mundo.  
Nisto, ouvi uma voz que dizia baixinho: Vasquinho, está na hora de acordar!!!       

domingo, 27 de junho de 2010

O meu livro


No meu livro há imaginação, poesia ,e grandes personagens que já fizeram História no mundo da fantasia.
No meu livro escrevi sobre escritores como o José Saramago e muitos outros que ganharam o prémio Nobel do mundo da escrita.
 José saramago foi um grande escritor que nasceu dia 16 de Novembro de 1922.

Luis Vaz de Camões também foi um poeta português muito importante na historia do nosso País.
Luis Vaz de Camões escreveu um livro chamado Os Lusiadas.
Luis Vaz de Camões andava sempre metido em lutas e foi numa luta que ele perdeu a vista direita, Luis Vaz de Camões tinha um grande barco.
Um dia andava Luis Vaz de Camões a navegar pelos os mares quando reparou que o barco se estava a afundar Luis Vaz de Camões veio a nado sem a vista direita desde onde o barco se tinha afundado até terra com o pergaminho dos Lusíadas na mão, para se salvarem.

quinta-feira, 17 de junho de 2010

A caderneta do mundial 2010



Eu dia,11 de junho recebi a caderneta do mundial. Logo no primeiro dia fiquei com 50 cromos mas cada caixa de 10 saquetas custa 5,40$ fiquei logo com 5 metades de estádios à segunda vez que comprei uma caixa de 10 saquetas sai-ume a taça do mundial. Nesse dia fiquei com 11 cromos repetidos; na segunda-feira tinha aula de Inglês e a minha professora de Inglês também fazia colecção de cromos do mundial, por isso troquei um cromo  que a minha professora ainda não tinha  e ela deu-me o símbolo do mundial 2010 que na caderneta era o número 00.
Eu fique muito contente porque para mim aquele cromo era o mais valioso e também é um cromo muito raro e já tenho 139. 

quarta-feira, 2 de junho de 2010

O dia da criança


    Ontem dia 1 Junho foi o da criança fui ao complexo aquático com a minha escola.Eu gosto muito do dia da criança.Os escorregas estiveram fechados mas eu gostei desse dia fui à piscina sem pé, eu sei nadar mas nado mal mas não me afoguei porque estava com braçadeiras.   
     Estive na piscina de ondas  mas aquilo só dá ondas por 10 minutos mas eu gostei muito de estar com os meus amigos numa piscina que é preciso nadar para chegar lá estivemos no complexo aquático 2 ou 3 horas e brinquei muito com os meus colegas.